Sérgio Cerviño Rivero fala sobre games e mobilidade

29 de abril de 2008 às 6:18 PM | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Sérgio Cerviño Rivero é professor das Faculdades Jorge Amado, arquiteto, mestre em teoria literária (UFBA) e doutorando em comunicação (UFBA), sob orientação de Marcos Palacios, com pesquisa sobre as narrativas nos jogos digitais. Acabou de chegar do País de Gales, depois de um ano interagindo com o grupo de pesquisadores em jogos digitais Synergy, da University of Wales, Newport. Durante esse período foi orientado em sua pesquisa por Barry Atkins (autor de More than a game: the computer game as fictional form (2003) e Videogame, Player, Text (2007, organizado junto com Tanya Krzywinska, da Brunel University, London) ambos publicados pela Manchester University Press. SINOPSE DA PALESTRA “Mobilidade e as narrativas nos jogos digitais” – Rivero pretende analisar como a Mobilidade, além de ser foco constante no desenvolvimento dos jogos digitais, é um dos recursos interativos e imersivos por onde esses novos meios, especificamente, criam diferenciais, em relação às mídias tradicionais, na arte de contar histórias.”

Anúncios

Maria Alessandra Calheira, palestrante

27 de abril de 2008 às 12:31 PM | Publicado em Comunicação, Novas Tecnologias, wi-fi | 3 Comentários
Tags: ,

A professor Maria Alessandra Calheira é redatora publicitária, professora das disciplinas de redação publicitária e orientadora do TCC das Faculdades Jorge Amado. Graduada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Católica do Salvador, pós-graduada em Marketing pela ESPM. Trabalhou para agências como África (SP), Leo Burnett (SP), J.W. Tompson (SP), Propeg (SP) Leiaute (SSA). Conquistou prêmios importantes como: Leão de bronze em CANNES, medalha de prata no Anuário do Clube de Criação de São Paulo, Top de Marketing da ADVB, entre outros. SINOPSE DA PALESTRA “Publicidade desplugada – cases” – Quais são os formatos de PP wireless? O que nos motiva pensarmos em publicidade sem fio, frente ao avanço das tecnologias móveis? De que forma o profissional de comunicação (e mais particulamente da Publicidade e da Propaganda) deve eleger as mídias mais eficazes para clientes e consumidores? Como pensar o texto, o vídeo e o som para as mídias desplugadas? Quais os procedimentos para a sua eficácia no convencimento sobre o produto? Estes são alguns questionamentos que nortearão a palestra da especialista Maria Alessandra Calheira em “Publicidade desplugada – cases”. A palestra pretende ser um fórum de debates, a partir da apresentação de alguns cases de PP que elegeram as tecnologias sem fio como suporte midiático.

Informações sem plugs

27 de abril de 2008 às 12:26 PM | Publicado em Comunicação, Novas Tecnologias, wi-fi | Deixe um comentário
Tags: ,

Macello Medeiros,  publicitário e doutorando pela UFBA, professor do Curso de Comunicacão e coordenador da Rádio JA, fala sobre a tecnologia wireless.

 

Qual foi e qual é o conceito hoje de wirelless? Aconteceram mudanças nesse conceito ao longo desses últimos 5 anos?.

Macello Medeiros – A tecnologia sem fios – ou wireless – remonta ao século XIX a partir das experiências de N. Tesla, H. Hertz e J.C. Maxwell com as ondas eletromagnéticas ou, mais tarde, conhecidas como ondas de radiofrequência. Foram aplicadas, inicialmente, na comunicação via Telégrafo sem Fio, depois a Radiotelegrafia e chegando, no século XX, à radiodifusão. Atualmente, a tecnologia sem fio é utilizada em diferentes situações, desde telefonia celular à conexão via bluetooth. Nesses últimos 5 anos, a tecnologia wireless tornou-se bem difundida através da conexão para acesso à internet sem fios, mais conhecida como Wi-Fi.

 

Quais são hoje os principais formatos de comunicação wireless? Há algum que o senhor acredite que tomaria  mais corpo no mercado, em breve?

Macello Medeiros – Na verdade, precisamos estabelecer uma distinção no que se refere à usabilidade. Ou seja, quando falamos em conexão à internet temos o modelo Wi-Fi, o mais conhecido, e o Wi-Max. Se falamos em conexão de baixa potência e curto alcance, temos o infra vermelho e o bluetooth. Este último vem sendo bastante utilizado para criar redes locais com equipamentos digitais – impressoras, notebooks, scanners – de curto alcance, como também na transmissão de arquivos entre os celulares e computadores. Uma grande novidade que usufruindo da conexão via Bluetooth são ações de Mobile MKT, nas quais é possível enviar peças publicitárias para os celulares que possuem essa tecnologia com o intuito de personalizar a informação. A segmentação e individualização no acesso e na produção da informação é característica marcante na comnicação contemporânea potencializada pela tecnologia wireless.

 

De que forma o profissional da Comunicação pode pensar hoje na comunicação sem fio? Como fazer para se adequar, profissionalmente, às essas novas tecnologias?

Macello Medeiros – A principal mudança em relação ao profissional de comunicação está em saber explorar essa tecnologia nas mais diferentes áreas. Como já citei a questão do Mobile MKT, muito voltado aos profissionais de Publicidade; temos também o Jornalismo Móvel que é o tema da tese de doutorado do Prof. Fernando Firmino na UFBA. Para ele a tecnologia sem fio permite ao jornalista produzir conteúdos sem necessariamente estar fixo em um ambiente como a redação de um jornal. Munido de um bom aparelho de celular que permita tirar fotos com qualidade, produzir textos, gravar áudio e enviar pela internet, esse jornalista móvel será o “homem de notícia” do futuro. Mas para isso, é preciso estar atento e atualizado quanto às novidades tecnológicas; e de preferência procurar um curso que trabalhe esses temas em seu currículo. Outra coisa, para quem é aluno das FJA, assistir as aulas de Produção em Novas Mídias I e II !!!!!

 

Spike Lee faz parceria com a Nokia para filme feito com celular

25 de abril de 2008 às 9:46 AM | Publicado em filmes-celular | Deixe um comentário

 

NOVA YORK (Reuters) – O cineasta Spike Lee se juntou à Nokia para produzir um filme com imagens feitas a partir de celulares de pessoas comuns, no que ele chama de “democratização do cinema”.

O filme da Nokia Productions terá três atos. Uma “tarefa” para cada ato será anunciada na Internet e, a partir de então, as pessoas terão quatro semanas para cumpri-la.

“Você está vendo em primeira mão a democratização do filme”, disse Lee na quinta-feira, em um comunicado.

“Aspirantes a cineasta não precisam mais frequentar a escola de cinema para fazer um ótimo trabalho. Com um simples telefone celular, quase todo mundo pode virar cineasta”, completou.

Lee foi indicado ao Oscar de melhor roteiro original por “Faça a Coisa Certa”, em 1990, e de melhor documentário por “4 Little Girls”, em 1998.

O filme vai abordar a maneira como a música conta a história da humanidade. As pessoas podem enviar textos, músicas, vídeos ou imagens ao site www.nokiaproductions.com, desta quinta-feira até 21 de agosto, em períodos determinados.

A Nokia vai escolher 25 obras que serão submetidas a uma votação online. As 10 mais votadas passam pela avaliação de Spike Lee, que escolherá a melhor para cada ato.

Lee dirigirá o filme usando o site. A versão final, com as três melhores colaborações e outros conteúdos colaborativos, vai estrear no fim do ano em Los Angeles.

(Reportagem de Michelle Nichols)

 

Fonte: http://veja.abril.uol.com.br/reuters/noticias/noticia.shtml?2008-04-24-3974

Ao vivo, pelo celular.

24 de abril de 2008 às 9:58 AM | Publicado em Comunicação, wi-fi | Deixe um comentário

Está cada vez mais fácil publicar vídeos direto da webcam ou até mesmo do celular. E essa publicação de vídeos vai muito além do Youtube e similares em termos de mobilidade. Um bom exemplo é o sistema do QIK [ http://qik.com/ ], onde é possível usar celulares para fazer o  “broadcasting”, ou em outros termos, você pode transmitir vídeos ao vivo pelo seu celular . Um show, uma partida de futebol, uma festa de aniversário. Tudo isso sendo transmitido para amigos em tempo real do celular. Os espectadores podem enviar mensagens para o “broadcaster” e vice-versa. Por enquanto, só existe software para Symbian S60 como o Nokia N95.

Sub-temas no Ciber.comunica 3.0

23 de abril de 2008 às 11:16 AM | Publicado em Comunicação, Novas Tecnologias, wi-fi | Deixe um comentário

Sub-temas no Ciber.comunica 3.0:

A rede wireless –  história, formatos e funcionamento
Comunicação, tecnologia móvel e publicidade
Mídias locativas e comunicação
Cibercultura
Arte, tecnologia móvel e apropriação
Festival MicroMínima filmes-celular
Notícia WAP – quando a informação é móvel
Bluetooth News
Preferências de consumo de notícias
Produzindo ringtones para mobiles
Jornalismo e mobilidade

Palestras
Oficinas
Videos
Certificado de Participação

MICROMÍNIMA

23 de abril de 2008 às 10:32 AM | Publicado em Comunicação, Novas Tecnologias | Deixe um comentário
Tags: ,

MICROMÍNIMA

1º. Festival FJA de filmes-celular

14 e 15 de maio de 2008

 

Realização: Coordenação do Curso de Comunica Social

Proponentes/Organização: Prof. MS Macello Medeiros e Prof. MS. Cláudio Manoel Duarte

 

APRESENTAÇÃO

As mídias chamadas de pós-massivas são hoje ferramentas de produção autônoma da informação. Já não se necessita do aval dos MCM para a informação de interesse público circular. Blogs, sites, msn, chats, fóruns, filmes e fotos em sistemas on line asseguram a livre circulação da informação por parte de qualquer emissor. Es o resultado do que chamamos de liberação do pólo de emissão, um das leis da Cibercultura, eleita pelo teórico André Lemos. O modelo Todos-Todos assegura a qualquer usuário de tecnologias emissivas a possibilidade de usá-la como mídia, numa contraposição ao modelo ultrapassado das mídias tradicionais, que se apóiam, ainda, no modelo Um-Todos.

Os aparelhos celulares, hoje mais do que um telefone móvel, tornam-se cada vez mais centrais de produção (som, imagem, texto) configurando-se como mídias pessoais e pós-massivas.

Apostando nesse cenário de novos comportamentos de produção e consumo da informação propomos o evento MICROMÍNIMA – Festival FJA de filmes-celular, onde alunos das disciplinas de Novas Mídias I e II produzirão e difundirão suas produções de microfilmes gerados a partir de celular, com duração de 1 minuto a 1 minuto e 15 segundos, com linguagem e tema variados.

O evento, embora autônomo, aconteceria como programação cultural do Ciber.Comunica.

 

 

PÚBLICOS

Audiência: Alunos, professor e profissionais interessados em arte, comunicação, cultura e tecnologia.

Produtores: Alunos das disciplinas Novas Mídias I e II.

 

OBJETIVOS

Criar espaço de difusão da produção de disciplinas laboratoriais no curso de Comunicação;

Gerar espaço de discussão sobre narrativas e tecnologias móveis;

Ampliar o repertório cultura dos participantes;

Envolver estudantes, professores e profissionais de comunicação em evento de produção de cultura digital;

Identificar as FJA como instituição de ensino preocupada em acompanhar e publicizar as produções de cultura digital;

Incentivar a criação de produtos digitais de comunicação.

DINÂMICA

– Pré-produção:

A disciplina Novas Mídias terá em sua etapa inicial (2 primeiros meses) discussões teórica sobre tecnologias móveis e comunicação, com o objetivo de criar situações de reflexões sobre apropriação tecnológicas e geração de conteúdos baseados em tecnologias individuais para gerar mídias pessoais.

Numa segunda etapa, alunos serão organizados em equipes de criação onde definirão tema, abordagem, roteiro para o microfilme.

 

– Produção:

Gravação de imagens e edição do microfilme, com duração de 1 minuto a 1 minutos e 15 segundos de duração, incluindo legendagem e titulação.

Serão usados como suportes telefones celulares com gravadores de vídeos ou que produzam fotos, a serem manipulados em softs como Photoshop e Movie Maker.

Produção de mini cartazes, mailing e press-releases, visando a divulgação do Festival.

Produção de folder com sinopses dos microfilmes.

Os filmes serão gravados num único CD, para exibição no Festival Micromínima.

Durante a exibição, serão votados pelo público, em concurso, as 10 melhores produções, a partir de urnas instaladas nas salas de exibição.

 

– Pós-produção:

As 10 melhores produções eleitas pelas platéias ganharão espaço de exibição no site das FJA.

 

INSCRIÇÃO

Os trabalhos serão inscritos por equipe, em data a ser definida pela Comissão de Professores das disciplinas Novas Mídias.

Mais informações: www.fja.edu.br

videos no youtube/cibercultura

23 de abril de 2008 às 10:25 AM | Publicado em Comunicação, Novas Tecnologias, wi-fi, youtube | Deixe um comentário

Cidades Virtuais – matéria TV Ufba/Entrevista com Andre Lemos
http://www.youtube.com/watch?v=2DNj_9XVjFo&eurl=

Prometeus – Revolução da mídia
http://www.youtube.com/watch?v=PJmuT7bQu_M&eurl=

Cultura Livre – série TV Brasil
http://www.youtube.com/watch?v=miCbKGEbbsA

Creative Commons – Seja Criativo (Get Creative)
http://www.youtube.com/watch?v=izSOrOmxRgE

Profissão: mojo (mobile journalist)

22 de abril de 2008 às 11:50 AM | Publicado em wi-fi | Deixe um comentário
Tags:

Jeff Jarvis publicou um artigo no The Guardian relatando sua experiência como mojo (mobile journalist) da Reuters. Com apenas um telefone Nokia N82 e um software simples para enviar vídeos em dois cliques, o jornalista afirma que “nas gravações, as pessoas ficam mais casuais e talvez mais sinceras” pelo fato de o aparelho ser pequeno e discreto. Outro efeito significante relatado pelo autor no artigo diz respeito à forma como o vídeo é usado para contar histórias. Jarvis sentiu-se sem a necessidade de escrever ou produzir algum texto. “…Não estamos usando câmeras para fazer TV, com toda a sua pompa e ortodoxias. Estamos apenas fazendo vídeo – vídeo que é bom o suficiente para contar uma história”.

 

Fonte: http://vidasemfio.wordpress.com/2008/02/15/profissao-mojo-mobile-journalist/

Wi-Fi Salvador

22 de abril de 2008 às 10:49 AM | Publicado em Comunicação, Novas Tecnologias, wi-fi | Deixe um comentário
Tags: ,

O objetivo do Projeto “Wi-Fi Salvador” é tornar visível, a partir de um mapeamento da cidade de Salvador, os pontos de acesso sem fio à internet PÚBLICOS por tecnologia Wi-Fi (“hotspots”). Acesse o blog colaborativo (http://blog.ufba.br/wifisalvador/parcitipe) onde sua ajuda é fundamental para:
1. Indicar novos hotspots,
2. Enviar comentários sobre os pontos, sobre sua experiência,
3. Enviar fotos, vídeos e sons dos hotspots

http://blog.ufba.br/wifisalvador/parcitipe

Participe dessa iniciativa do Ciberpesquisa da Facom/UFBA

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.